Lembre-se de mim
Registre-se Esqueceu sua senha?

Em Serra Talhada, radialista usa exemplo das “Juntas” e quer candidatura coletiva sem salário

Publicado em Notícias por em 7 de novembro de 2018

Encabeçado pelo Radialista Anderson Tennens, que reside em Serra Talhada e atua há 17 anos, na Rádio Cultura FM, junto com um grupo de amigos discute apresentar à sociedade serra-talhadense uma candidatura coletiva que pretende concorrer a uma das 17 vagas da Câmara de Vereadores de Serra Talhada, nas eleições de 2020, com o compromisso de ‘abrir mão’ do salário.

Formado pelo radialista, o grupo tem empresários, advogado, bancário e outros profissionais, que discute entrar na disputa eleitoral de 2020, apresentando uma candidatura com o compromisso de trabalhar gratuitamente em prol da população.

“Eu imagino que a gente possa começar a mudar também os rumos da política no nosso município, principalmente neste momento em que o País resolveu apostar em algo que acendeu a esperança de melhorar os serviços e combater a corrupção no Brasil. Então estamos apresentando o projeto a algumas pessoas e elas estão muito entusiasmadas para participar e dar uma grande contribuição ao nosso município”, disse Tennens. “Mais democracia, duas, três, quatro cabeças pensam melhor que uma, embora se tenha um representando legal, todos atuarão propondo, sugerindo, buscando dar sua contribuição para melhorar o município de Serra Talhada”, acrescentou.

Nas eleições deste ano, um coletivo de mulheres apresentou pelo PSOL, uma candidatura intitulada “Juntas” e, conseguiram manter a vaga do PSOL na assembléia legislativa, ocupada até então pelo deputado Edilson Silva, um dos nomes mais expoentes do partido no estado, que teve um mandato considerado positivo no campo das oposições, mas que perdeu a vaga para as quatro mulheres “Juntas”.

Deixar um Comentário