Lembre-se de mim
Registre-se Esqueceu sua senha?

Dilma dá tratamento de adversário ao governador Eduardo Campos

Publicado em Sem categoria por em 17 de dezembro de 2013

Por Marcos Oliveira*

A primeira visita da Presidente Dilma após rompimento político com o governador Eduardo Campos foi marcada por uma saia justa e deixou clara a tensão existente na relação entre PT e PSB.

Ao chegar ao local, a presidente fez um breve discurso para os operários, passou o microfone para Graça Foster (presidente da Petrobras), depois para Edson Lobão (ministro das Minas e Energia) e, antes que a palavra fosse dada ao governador, ela pegou o microfone e falou: “Eu agora vou descer para autografar as camisas e dar um abraço em vocês”, disse aos operários.

646444e875fc74ed835870b0da83ac72

Sem poder falar, Eduardo ficou com cara de desconfiado, mas ensaiou sorrisos aos operários. O governador de Pernambuco ficou no palanque e Dilma desceu para o meio dos trabalhadores, na companhia do senador Armando Monteiro, pré-candidato ao Governo do Estado em 2014.

Foi sem sombra de dúvidas um tratamento de adversário. No mínimo um tratamento deselegante por parte da Presidenta. Antes de ser um possível adversário seu em 2014, Eduardo é o Governador de Pernambuco.

Com tudo isso acontecendo quase um ano antes das eleições de 2014 fica evidente que a campanha à sucessão presidencial será acirradíssima. A prova foi dada hoje pela forma com a qual a presidenta se comportou.

*Marcos Oliveira apresenta seu comentário no programa A Voz da Notícia e o reproduz em nosso blog

Deixar um Comentário