Lembre-se de mim
Registre-se Esqueceu sua senha?

Chuvas em Serra Talhada: Prefeito decretou situação de emergência

Publicado em Sem categoria por em 31 de março de 2014

1509293_10203555400385740_1976918826_n-506x380

O prefeito de Serra Talhada, Luciano Duque passou o sábado (20)  reunido com toda sua equipe de governo em busca de soluções para os problemas detectados em diversas áreas da cidade depois das fortes chuvas que caíram na cidade na noite da sexta-feira (29).

Duque autorizou que equipes da Prefeitura vasculhassem todos os bairros para diagnosticar os transtornos causados pela chuva torrencial.

O prefeito colocou de prontidão a Defesa Civil do Município e equipes da Secretaria de Saúde, Ação Social, Serviços Públicos e Obras percorreram toda área urbana da cidade mapeando os estragos causados pelas águas.

De acordo com Luciano, está sendo preparado um relatório minucioso e “todas as ações necessárias serão tomadas, desde as ações práticas de desobstrução de canais e esgotos até o socorro e apoio as vítimas”, disse o prefeito.

Está autorizado a disponibilização de abrigos para quem necessitar bem como a distribuição de cesta básica e material de higiene.

As equipes da Saúde irão providenciar a desinfecção das casas inundadas, vacinação de pessoas e distribuição de medicamentos.

O coordenador do Núcleo de Vigilância em Saúde do Município, Aron Lourenço alerta a população para evitar o contato com as água contaminadas, segundo eles foi detectado a presença de roedores e animais mortos nos bueiros e esgotos.

A preocupação do prefeito é que está previsto ainda muita chuva para o período e, existe diversas construções nas margens de córregos ou localizadas no caminho das águas e, isso acaba trazendo transtornos.

O secretário de Serviços Públicos, Célio Antunes informou que já nas primeiras horas desta segunda-feira (31) todo aparato do município estará agindo nos bairros mais atingidos, “equipes estarão em ação no Mutirão, Ipsep e trechos do centro da cidade”, disse ele.

Duque assinou o Decreto nº 1.782, decretando Estado de Emergência por 90 (noventa) dias.

Deixar um Comentário