Lembre-se de mim
Registre-se Esqueceu sua senha?

Caruaru: vereador foragido não vai se entregar

Publicado em Sem categoria por em 12 de janeiro de 2014

Neto (PMN)

Da Folha de PE

O advogado do vereador de Caruaru Neto (PMN), Maviael Peixoto, confirmou, neste sábado (11), que o seu cliente não vai se entregar à Polícia. De acordo com a investigação, o parlamentar do PMN teria usado uma frase numa conversa obtida com autorização da Justiça que foi crucial para que o juiz Pierre Souto Maior determinasse a prisão do mesmo. “Eles vão pagar pelo que fizeram a mim e a minha família”, disse Neto.

Peixoto alega que seu cliente foi mal interpretado. Para ele, houve equívoco na decisão do magistrado. “Neto apenas disse na gravação que a justiça de Deus nunca falha e que tem uma fé muito grande, e que quem fez isso com ele e com a sua família iria sofrer, não por ele, mas Deus ia castigar o pessoal que fez isso”, afirmou ao Blog do Mário Flávio o advogado do vereador de Caruaru.

“O vereador Neto não vai se apresentar a polícia e isso não agrava de maneira nenhuma a situação dele, porque ele tem endereço certo. Entendemos que a decisão do Juiz foi equivocada e o Ministério Público não pediu a prisão dele, apenas concordou com a prisão de Evandro. Estamos impetrando um novo habeas corpus junto ao Tribunal de Justiça, no qual buscamos corrigir o equívoco praticado pelo Juiz de 1° grau”, complementou o magistrado.

Na última quinta-feira (9), a Polícia já havia prendido outro vereador, Evandro Silva (PMDB). Depois de passar por exame de corpo de delito no Instituto de Medicina Legal (IML) ele foi levado à Penitenciária Juiz Plácido de Souza, em Caruaru.

CASO
O parlamentar faz parte do grupo de dez vereadores presos por corrupção, roubo de carros e falsificação através da operação Ponto Final da PC em dezembro de 2013. Ele foi solto no último dia 24. De acordo com o secretário jurídico da Câmara, Bruno Martins, a nova detenção não influencia em questões da instituição. Segundo um dos advogados de Evandro, o processo encontra-se em segredo de justiça e o motivo da nova prisão não pode ser revelado.

Os demais presos no ano passado foram Cecílio Pedro (PTB), Val (DEM), Lorinaldo Florêncio de Morais (Louro do Juá – PS), Jailson Soares de Oliveira (Jajá – PPS), José Givaldo Francisco Oliveira (PP), Eduardo Cantarelli (SDD), Pastor Jadiel Nascimento (PROS) e Erivaldo Soares Florêncio (Val das Rendeiras – PROS).

Deixar um Comentário