Lembre-se de mim
Registre-se Esqueceu sua senha?

Áreas do centro e Praça de Alimentação sofrem sem água em Afogados

Publicado em Notícias por em 16 de setembro de 2019

Praça de Alimentação ficou sem água no fim de semana

O efeito dominó da falta de água em bairros de Afogados da Ingazeira agora afeta o centro da cidade. Há muitas críticas contra a COMPESA que já duram dias. A população está revoltada com a dificuldade em fazer a água chegar em alguns pontos, mesmo com três fontes de distribuição: Adutora do Pajeú, Adutora Zé Dantas e Barragem de Brotas.

O Gerente Regional Gileno Gomes tem dito que alguns bairros tiveram problemas e uma equipe está monitorando a distribuição.   Outra informação passada é a de que houve uma redução na vazão do Sistema Zé Dantas, que dá suporte ao abastecimento da cidade de Afogados da Ingazeira, situação provocada por danos registrados em uma das bombas responsável pela captação da água. Também houve um estouramento na rede que vai para o bairro.

Mas neste fim de semana áreas do centro passaram a ser afetadas. A Praça de Alimentação, por exemplo, não tem uma gota d’água. Comerciantes tiveram que se virar para atender clientes com a higiene exigida sem água. Esta manhã, no programa Rádio Vivo, ouvintes de Pedro Pires, Senador Paulo Guerra e Décio Campos reclamaram muito da falta de pagua. Só agira pela manhã, em algumas áreas já há relatos do retorno do funcionamento do sistema.

Mas Aparício Véras, Cleto Campelo, Bairro Padre Pedro Pereira, Dário Mascena  e Sidronio Amaral Góes no centro, relatam falta de água, o que não costuma acontecer porque são rota das redes para os bairros.

Um problema que promete ser resolvido em um futuro breve é o da Estação de Tratamento de afogados da Ingazeira (ETA), que tem um limite de tratamento. O subdimensionamento da ETA já foi colocado como um dos problemas de tratamento de água. Isso será resolvido com a ETA de Tabira pronta.Tá sobrando pra todo mundo. Ouvintes tem cobrado que  o prefeito José Patriota, o Ministério Público, a imprensa e a sociedade encabecem um movimento para cobrar o fim dessa angústia hídrica.

Nesta terça, Gileno Gomes e Washington Jordão estarão no Debate das Dez da Rádio Pajeú 104,9 FM buscando explicar o que etá acontecendo nessa crise sem precedentes.

 

Deixar um Comentário